140. Adriana Partimpim: “Lindo Lago Do Amor”

E bem que viu o bem-te-vi,
A sabiá sabia já.
A lua só olhou pro sol;
A chuva abençoou
O vento diz “ele é feliz”
A águia quis saber
Por quê, por que, pourquoi será
O sapo entregou
Ele tomou um banho d’água fresca
No lindo lago do amor
Maravilhosamente clara água
No lindo lago do amor


Adriana Partimpim é o heterônimo da Adriana Calcanhotto em sua carreira paralela dirigida ao público infantil. O primeiro lançamento com essa assinatura, intitulado simplesmente Adriana Partimpim, veio a lume em 2004, seguindo-se outros dois álbuns, Partimpim dois Partimpim três em 2009 e 2012, respectivamente.

No último lançamento, Adriana recriou um dos maiores sucessos de Gonzaguinha, “Lindo Lago Do Amor”, canção divulgada originalmente como abertura do álbum Grávido (1984). A versão de Adriana tem dois méritos: primeiro, impõe um arranjo sóbrio sobre uma canção que, apesar de singela, estava algo contaminada pelos exageros das produções oitentistas; e desloca irreversivelmente a bela composição para o universo das crianças, contexto já insinuado na gravação original, sobretudo por conta da letra que antropomorfiza elementos das paisagens naturais e, assim, aproxima sua narrativa das fábulas infantis.

Apesar do tom menor da harmonia, a letra se esgueira dos valores disfóricos, de início apenas insinuando a cena de puro deleite, finalmente narrada como um atirar-se no “lindo lago do amor”. Chama a atenção, também, a forma como o relato oculta a participação do narrador, que transfere a ação totalmente para os personagens: a palavra “eu” simplesmente não aparece, nem mesmo oculta como elipse.

Uma verdadeira lição, aos pequeninos e aos não tão pequeninos assim, sobre como equilibrar sobriedade e deslumbramento diante de uma cena de conjunção amorosa quase total – contribuindo para uma apreciação mais racional e desmitificada do ato de amar, que deveria ser justamente a norma, num mundo civilizado.

adriana-partimpim
Adriana Partimpim: mostrando aos pequerruchos as belezas implicadas no ato de amar.

Apesar dos excessos no arranjo, de que falei acima, gosto muito também da versão original – e acho até que foi “Lindo Lago Do Amor” que me levou a querer escutar mais da obra de Gonzaguinha. Ouça:

Ao final de sua carreira, Tim Maia também registrou a canção, no álbum Só você (para ouvir e dançar) (1997), numa versão cheia de balanço e produção esmerada:

No ano seguinte, o goiano Orlando Morais lançou Sete vidas, relendo o repertório de grandes nomes da canção popular brasileira. O disco tem ótimos arranjos e timbres. Jaz esquecido na discoteca de minha mãe, merecendo uma redescoberta, pois foi bastante escutado lá em casa e, sem razão alguma, abandonado em alguma gaveta. Importa dizer que lá consta uma versão para “Lindo Lago Do Amor” que é em tudo oposta às gravações de Gonzaguinha e de Tim, baseando-se numa delicada levada ao piano. Repare também na inusitada inversão que Orlando promove numa das repetições finais do refrão (“no lago lindo amor”):

Há regravações que transladam a canção para outros universos, como o forró e o pagode romântico. Alexandre Pires, apesar de revelado no contexto desse último gênero, nos anos 1990, releu “Lindo Lago Do Amor” com uma pegada funkeada, em DNA musical (2017), no meio termo entre as releituras mais rebuscadas e as mais minimalistas:

Por fim, destaco a versão recriada para os duetos póstumos lançados em Gonzaguinha presente (2015). Lá, “Lindo Lago Do Amor” uniu as vozes do filho de Gonzagão e de Gilberto Gil, atualizando o arranjo original:

4 comentários

  1. O “Lindo Lago do Amor” é o Lago da Pampulha em Belo Horizonte-MG. Cidade que Gonzaguinha morava na época. Essa também foi o impulso de entrada no universo das musicas dele. rss

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s